A escola que meu filho não se adaptou
[ editar artigo]

A escola que meu filho não se adaptou

Com tantas mudanças de bairro e uma vez de cidade, acabei conhecendo muitas escolas que meu filho mais velho passou.

Pedro sempre foi uma criança mais difícil de se adaptar, levava mais tempo. Mas depois que ele se adaptava, amava a escola.

Quando mudamos de cidade, escolhi a escola pela distância de casa. Eu não dirigia e precisaria levá-los (ele e a irmã) a pé. Fiz umas pesquisas, e muitos me afirmaram que a escola era ótima!

Naquela época Pedro estava com 5 anos e meio, e Clara tinha acabado de completar 2. Na escola anterior (que estudava desde os 3 anos), ele cursava o Infantil 4 (equivalente ao pré). A mudança foi no meio do ano, então ele continuaria no mesmo nível.

Quando fomos matricular os dois, para o meu espanto a coordenadora pedagógica perguntou se queríamos que ele entrasse já no primeiro ano. Disse que como ele completaria 6 no ano letivo (não tinha data de corte), que ele tinha idade para a série. Ou seja, pularia metade do pré.

Só que o Pedro só ia completar 6 em dezembro. Aqui não tem data de corte ainda, as crianças precisam completar a idade equivalente com a série durante o ano letivo.

Não aceitamos, preferimos mantê-lo no “pré”. Não por que não acreditávamos na capacidade dele, pelo contrário. Só que já estávamos no meio de uma mudança de vida, de rotina e nessa fase priorizamos o brincar, o lúdico. Não vimos necessidade de avançar esse tempo.

As férias de julho acabaram e começaram as aulas, Pedro foi todo animado para a nova escola e Clara eu já sabia que precisaria de uma bela adaptação. 

Eu já conhecia as diferenças de cada método de ensino, mas não sabia que fosse tão rigoroso na educação infantil. Para mim, é a fase que eles têm que brincar, explorar e aprender com tudo isso.

E não foi o que aconteceu. Carteiras enfileiradas, apostila para atividades. Lição de casa todos os dias. Crianças de 5 anos, já sendo preparadas para o primeiro ano. “Tem que acostumar que ano que vem vocês já terão prova”.

Oi?? O que é prova?

A maioria das crianças nem tinham começado a trocar os dentes ainda, e já estavam falando de prova. Gente, pra que a pressa?

Por que uma criança tem que aprender a ler aos 5 ou as vezes antes disso? Por que ele precisa ser fera na matemática tão pequeno? Por que tanta lição de casa? Por que você precisa comparar uma criança a outra? "Meu filho já sabe ler, já fala inglês, já conta até 100, e blá, blá, blá..."

Resumindo, Pedro não se adaptou na escola e chorava todos os dias. Era bem diferente do que ele estava acostumado. Se tornou um menino inseguro, e não queria brincar. Não dividia brinquedos, e não queria sair de casa. Foi uma fase bem difícil para todos nós. Nos finais de semana ele temia a chegada da segunda-feira, ficava perguntando: "amanhã tem escola?". Quando a resta era sim, ele chorava :-(

Fui buscar ajuda na escola duas vezes, e sem sucesso. Pois o problema sempre está em casa da criança e nunca na escola. Saí chorando as duas vezes.

Hoje me arrependo de ter deixado ele finalizar o ano letivo. Mas enfim, estamos sempre tentando acertar de alguma forma, e eu achava que em algum momento ele poderia gostar da escola. Mas isso dói até hoje em mim.

Com a Clara não tive problema, pois na série dela ainda não queriam preparar para o “vestibular” (risos).

No ano seguinte mudamos os dois de escola, e o primeiro ano foi bem diferente do que ele tinha vivido na escola anterior. Não tinha apostila, mesinhas agrupadas, não tinha prova, lição de casa duas vezes na semana, jogos, brincadeiras, massinha, parque.

Ele deixou de aprender? Não, ele aprendeu tantas coisas! E a aprendizagem foi brincando, explorando, se divertindo. Sem cobranças e sem preocupação com a "prova" do ano seguinte.

E o mais importante, ele foi acolhido e respeitado. Sua adaptação foi um pouco lenta devido ao trauma do ano anterior, mas aos poucos foi voltando a ser a criança feliz que era antes disso tudo.

Hoje cursando o 4º ano, continua nessa mesma escola, onde aprendeu a ler, escrever e acima de tudo, aprendeu a raciocinar. É um ótimo aluno!

Vejo que ainda assim, temos muitas falhas no ensino brasileiro, as escolas não acompanharam a evolução do mundo moderno, hoje as crianças aprendem diferente de antigamente, mas as escolas não modificaram muito a forma de ensinar e avaliar. Leia também:

https://comunidade.bebe123.com.br/blog/a-escola-ideal-sera-que-existe

 

Comunidade Bebê 123
Dani Nalini
Dani Nalini Seguir

Mãe do Pedro e da Clara!

Continue lendo
Indicados para você