[ editar artigo]

Alimentação para aumentar a fertilidade

Alimentação para aumentar a fertilidade

 

"Investir em determinados nutrientes e vitaminas é importante para saúde hormonal e formação da criança".

Ao se tratar de fertilidade a alimentação possui um papel de extrema importância. Os números de casos de infertilidade atingem aproximadamente 15% dos casais. As causas variam, entre elas podemos citar o estilo de vida, má qualidade do sêmen e até mesmo hábitos alimentares.

Diversas pesquisas apontam a importância de alguns nutrientes, como antioxidantes da vitamina C, ômega-3, betacaroteno e zinco substâncias essenciais para saúde e qualidade do sêmen para reprodução. As vitaminas presentes nos alimentos auxiliam na proteção dos espermatozoides e evitam a oxidação.

Manter uma alimentação rica em ácido fólico é relevante para mulheres que desejam engravidar. O nutriente auxilia desde a fecundação até a formação do feto. Durante os três primeiros meses é importante inserir na dieta o ácido fólico devido aos benefícios para saúde da mãe e do bebê, evitando assim as chances de aborto espontâneo.

  • Fontes de ácido fólico: lentilha, fígado de boi, fígado de galinha, quiabo, soja, beterraba e feijão preto.

Evite o consumo dos alimentos refinados

Alimentos refinados como o pão branco, biscoitos e outros são responsáveis por aumentar os índices glicêmicos e exigir maior transporte de açúcar para o sangue. Especialistas explicam que quando ingerido quantidade elevada de açúcar requer maior trabalho dos hormônios responsáveis pelo transporte da substância para célula. Entre esses hormônios estão presentes os andrógenos (hormônio masculino) que consequentemente aumenta e prejudica a ovulação.

Especialistas explicam que é importante manter os hormônios sexuais em controle e  quantidades saudáveis para o momento da fecundação ocorrer. A dica é substituir os alimentos refinados por grãos integrais. Consumir gorduras benéficas para amenizar esses picos glicêmicos, como o ômega-3 encontrado no azeite extra-virgem, atum, sardinha, salmão e oleaginosas.

Consuma mais proteínas vegetais

Substitua a proteína animal por proteínas vegetais, pois são bem mais saudáveis ao organismo. A carne animal é responsável por aumentar o tecido adiposo e estimular a produção de hormônios masculinos, provocando distúrbios hormonais.

Para uma alimentação saudável a carne animal pode estar presente pelo menos três vezes na semana, mas nada de excesso, optando por cortes mais magros. Substitua a carne animal por grãos como a soja, feijão, grão-de-bico, quinoa e cogumelos. 

Substitua gordura trans por opções saudáveis

A gordura trans é responsável por provocar a obesidade, hipertensão e diabetes. É importante para mulher que deseja engravidar substituir a gordura trans por alternativas saudáveis, como as substâncias presentes na linhaça, nozes, chia, salmão, bacalhau, sardinha atum, azeite, entre outros. É importante ressaltar que a diabetes e hipertensão são responsáveis pelos riscos de aborto, por esse motivo é aconselhável não abusar de substâncias que acarretam nas doenças.

 

Artigo publicado em parceria com  www.saredrogarias.com.br

Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123 Seguir

Redação Bebê 123

Ler matéria completa
Indicados para você