[ editar artigo]

Chá de hibisco e infertilidade, tem alguma relação?

Chá de hibisco e infertilidade, tem alguma relação?

chá de hibisco é um dos mais queridinhos no momento em que os assuntos são dietas e emagrecimento, pois ajudam a queimar a gordura abdominal e, consequentemente, a reduzir medidas, graças a sua ação termogênica e diurética.

Isso tudo sem falar que o chá de hibisco é uma delícia, tem um leve gosto naturalmente adocicado o que facilita muito para aumentar a sua popularidade, especialmente entre as mulheres.

Apesar de saboroso, desejado e benéfico, o chá de hibisco não tem somente o lado bom. Isso porque estudos revelam que quando consumido em grandes quantidades, pode afetar diretamente a fertilidade feminina.

Alguns estudos realizados recentemente mostraram que o chá de hibisco pode, inclusive, desencadear uma intoxicação alimentar. Tudo sem falar do forte efeito diurético que o chá apresenta e que quando ingerido de forma regular faz com que o corpo elimine uma grande quantidade de eletrólitos do sangue, tais como sódio e potássio, podendo causar até mesmo uma desidratação.

Outro problema frequente associado ao consumo do chá de hibisco é a alteração da pressão arterial e também na capacidade de contrair a musculatura, visto o excesso do consumo e dos seus nutrientes no organismo.

O chá de hibisco causa infertilidade mesmo?

 

No que diz respeito ao comprometimento da fertilidade feminina, existem estudos médicos que afirmam que os riscos tendem a ser maiores para quem consome a bebida mais de uma vez no mês, em grande quantidade.

Isso tudo porque as substâncias do chá de hibisco comprometem no organismo os níveis hormonais, tal como o estrogênio. Justamente por isso é que o chá de hibisco deve ser evitado não somente para pessoas que estão em idade fértil como também por gestantes.

Embora seja natural, é importante estar alerta sobre seus efeitos colaterais, principalmente para mulheres grávidas e lactantes, devido ao efeito que o chá de hibisco causa sobre a produção hormonal no corpo da mulher.

Segundo um estudo realizado pela Guru Jambheshwar Universidade de Ciência e Tecnologia, na Índia, o chá altera sim a fertilidade feminina. Esse estudo foi realizado com o hibisco cultivado na China e os resultados evidenciaram que o consumo contínuo da bebida interfere diretamente nos níveis circulantes de hormônio estrogênio.

A consequência disso é uma inibição da ovulação feminina, causando um tipo de infertilidade temporária. Porém, o consumo exagerado e frequente pode fazer com que a fertilidade da mulher e seus hormônios sejam prejudicados de forma permanente.

Ainda segundo o estudo, para as mulheres que sofrem de problemas como TPM ou outra condição do sistema endócrino, o chá ainda pode ser mais prejudicial, agravando o problema, visto o grau de interferência que ele exerce na ovulação.

Você sabia, que em algumas culturas o chá de hibisco ainda é usado como contraceptivo? Isso mesmo! Segundo um estudo americano, o consumo do chá de hibisco como contraceptivo age impedindo a implantação do óvulo.

Sendo assim, se engravidar estiver nos seus planos, fique atenta ao que você consome. Reduza a ingestão da bebida para conseguir manter não só a boa forma e o aspecto estético em dia, mas também a sua saúde que é muito importante.

Aproveite essas dicas e fique atenta para consumir o chá de hibisco na medida certa. E não se esqueça, converse sempre com o seu médico!

 

 

Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123 Seguir

Redação Bebê 123

Ler matéria completa
Indicados para você