[ editar artigo]

Comece a se organizar para as despesas com o bebê

Comece a se organizar para as despesas com o bebê

As despesas começam pela futura mamãe que por necessidade precisa de novas roupas, calçados, meias elásticas e quando não dispõe de convênio, dos procedimentos médico laboratoriais. O mais importante neste momento é encarar a saída do dinheiro, não como uma despesa, mas sim como um investimento, afinal estamos falando do futuro herdeiro, seu filho!

A chegada de um bebê automaticamente significa o aumento das despesas... ops, quero dizer do investimento familiar. A decoração do quarto, o enxoval, itens de higiene, alimentação, saúde, educação, vestimenta e conforto para seu bebê devem ser feitos com muito carinho, cuidado e atenção.

É um pouco difícil mensurar o quanto se gasta com um filho, até porque isso depende de uma série de fatores como o padrão de vida da família, a cidade onde mora e a disponibilidade de tempo dos pais para cuidarem do seu filho (quanto menos tempo os pais têm, maiores são os gastos com babá, berçário, escola e transporte escolar). Os itens citados servem de base para calcular o quanto irá gastar de acordo com a sua realidade.

A melhor notícia é que você encomendou mais um amor para sua vida, a melhor encomenda e que não tem preço, você acaba de adquirir um produtor de entretenimento que vai alegrar seu dia a dia, preencher todo seu tempo. Ter um filho é simplesmente maravilhoso, e você nem vai pensar no orçamento quando ele estiver em seus braços sendo amamentado e der aquele sorriso de canto de boca, ou quando aprender a falar, olhar para você e disser: Mamãe! Você esquece o dinheiro, as noites mal dormidas e o excesso de trabalho para poder dar tudo sempre.

É importante fazer uma análise prévia e colocar na ponta do lápis para ter uma noção do investimento feito para os pequenos e é preciso ter sempre uma reserva em caso de uma emergência.

Despesas com o bebê

Vamos tentar te ajudar com uma pequena lista do que será necessário providenciar. Vamos lá?

  • Alimentação balanceada para a gestante (frutas, legumes, verduras, carnes, cereais, grãos);
  • Consultas pré-natais (ou com convênio médico);
  • Dentista;
  • Novas peças para o guarda-roupa da mamãe (sapatos confortáveis, meias elásticas e peças para gestante);
  • Vacinas para a mãe e o bebê não disponíveis na rede pública de saúde;
  • Acessórios (carrinho, banheira, canguru, cadeirinha para o carro, cadeirão para refeições);
  • Aquecedor;
  • Babá ou berçário;
  • Brinquedos;
  • Creme de prevenção às assaduras;
  • Decoração do quarto (berço, guarda-roupa, cortinas, etc.);
  • DVDs ou CDs infantis;
  • Enfeite de porta para maternidade;
  • Enxoval (lençol, toalha, manta, bolsa, saída maternidade);
  • Fraldas e produtos de higiene (algodão, hastes flexíveis, xampu, sabonete, etc.);
  • Inalador;
  • Itens de segurança doméstica (protetores de tomada e quina de mesa, rede de proteção para as janelas e grade de porta para impedir o acesso da criança a cozinha e as escadas);
  • Lembrancinhas do nascimento para distribuir as visitas;
  • Livros infantis;
  • Pediatra;
  • Remédios;
  • Umidificador;
  • Vestuário (roupas, calçados, meias etc.) a cada três meses no primeiro ano e a cada seis no segundo ano;
  • Passeios.

Tenha certeza que tomar essas providências é simplesmente uma viagem maravilhosa, cheia de descobertas e de muita emoção.

Filhos o melhor investimento. Bom investimento!

Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123 Seguir

Redação Bebê 123

Ler matéria completa
Indicados para você