[ editar artigo]

Deixe o pai participar do jeito dele

Deixe o pai participar do jeito dele

É fato que nós mães concentramos a maior parte dos cuidados com nossos filhos para nós e, claro, isso é muito cansativo e exaustivo. Mas, precisamos admitir que um pouco desta responsabilidade é nossa, que acabamos não deixando o pai fazer algumas tarefas por simplesmente querer que façam do nosso jeito.

Acredite, o pai quer participar, mas cada pessoa tem o seu jeito de cuidar, de dar banho, de trocar uma fralda e até mesmo de brincar, se toda vez que o pai participar ficarmos interferindo, certamente ele não se sentirá confortável para realizar esses cuidados do dia a dia com a criança.

Veja, não estou falando aqui que o pai está ajudando, pois assim como a mãe ele também tem a responsabilidade pelos cuidados com filho. Mas muitas vezes querem ajudar e se sentem excluídos.

Que a verdade seja dita, temos a ideia do pai como um cara bagunceiro, que não lembra os horários das refeições ou que não dá os alimentos corretos para a criança. E mesmo quando a situação não é essa, temos certa dificuldade de desapegar do controle.

O fato é que essa imagem precisa acabar pois os pais têm participado cada vez mais da criação dos filhos e até mesmo dos cuidados do lar, o que é ótimo, visto que atualmente ambos trabalham fora e contribuem da mesma forma para as despesas.

Precisamos parar de reforçar essa ideia de que os pais só fazem as coisas erradas e começar a entender que talvez não seja uma maneira incorreta, apenas a maneira deles.

Não existe um manual para ensinar a ser pai ou mãe, não é mesmo?!

Entretanto, desde a gestação, nós mães passamos por algumas experiências que por mais que o pai esteja junto, participando e acompanhando, será diferente para ele, como por exemplo sentir o bebê mexer, amamentar, a hora do parto... 

Acredito que por isso muitas mulheres acabam tomando para si todas as tarefas que envolvem a maternidade, porém é preciso dar a oportunidade do pai participar, assim como durante toda gestação. Lembrar que o pai pode ajudar e que a participação e presença dele é muito importante, desde que nós mães permitamos.

Ok, eu sei que é complicado ver as coisas sendo feitas de outra maneira, uma maneira diferente daquela que você está acostumada a fazer, é compreensível, já sofri muito com isto. Entretanto, com o tempo me acostumei e você pode se acostumar também e com certeza essa é uma excelente alternativa para você aproveitar esse tempo para você.

Isso mesmo! Aproveite o tempo em que o pai está dando um banho no bebê e tome um banho você também, tranquilamente. Na hora de sair de casa, fique curtindo seu bebê enquanto o papai arruma a bolsa da criança para o passeio.

Além disso, quando o pai estiver fazendo alguma coisa, confie. Não fique cuidando se ele está fazendo certo, não revise a bolsa do bebê que ele arrumou e deixe que ele de banho sozinho na criança, auxiliando somente se ele pedir.

Claro que no começo podem acontecer alguns imprevistos, que algum item pode estar faltando na bolsa ou que o banho do bebê demore um pouco mais pela falta de prática. Mas, com o tempo, essas tarefas vão se tornando mais simples para o papai e ele conseguirá realiza-las melhor. Dê autonomia, deixe que o pai aprenda como fazer do jeito dele!

O mais importante de tudo é que as mamães se lembrem que também não nasceram sabendo e ter paciência para ajudar e ensinar os papais a participarem, dividindo as tarefas! Então, deixe o pai participar!

Comunidade Bebê 123
Vanessa Motta
Vanessa Motta Seguir

Mãe de duas princesas que são a minha vida, Malu e Valentina ❤ Apaixonada pelo companheiro que Deus colocou no meu caminho. Gosto das coisas simples da vida, aquelas que tem um valor inestimável e que só podem ser guardadas no coração.

Ler matéria completa
Indicados para você