[ editar artigo]

Depilação na gravidez: pode ou não?

Depilação na gravidez: pode ou não?

Após a confirmação da gravidez há uma lista de tratamentos estéticos que são suspensos pelos médicos, e em alguns casos, é a depilação. Mas afinal, faz mal ou não à saúde da mamãe e do bebê? Posso depilar durante a gravidez?

Depilação a laser

De acordo com os especialistas as grávidas podem fazer depilação, sim. Até o momento não há estudos realizados com grávidas que comprovem que o procedimento causa danos, inclusive, a depilação a laser. Pois conhecedores da área afirmam que os lasers não vão além de milímetros além da epiderme. Mas é importante ficar atenta, porque o processo pode ocasionar hiperpigmentação da pele – manchas escuras que são mais propensas aparecerem durante a gestação por conta dos hormônios próprios desse período.

Outra alteração que pode acontecer é a grávida utilizar um novo método ao que sempre usou, porque em alguns casos a gravidez altera a sensibilidade e a depilação que fazia antes tornar-se dolorida. Nesse caso, a alternativa é optar por um procedimento que proporcione menos dor até a sensibilidade da região voltar ao normal.

Depilação com cera: quente ou fria?

As duas opções são aceitas, mas é importante respeitar o organismo, pois durante a gravidez a dor pode ser maior, porque há um fluxo maior de sangue pelo corpo, especialmente na área vaginal.

É importante conhecer a higiene do local escolhido para fazer a depilação e ter certeza de que o material utilizado não é reaproveitado (mesmo no caso da cera quente) e que todo o material utilizado é descartável.

Depilação com lâmina

A depilação com lâmina está liberada, pois não há contraindicações para a gravidez. Esse método acaba sendo a aposta da maioria das mulheres nessa fase, que preferem ficar distantes das dores. No entanto, durante a gestação há mais probabilidade de ter pelos encravados, que podem incomodar bastante e, se forem machucados, podem causar infecções. Tome muito cuidado!

Creme depilatório

Uma indicação quase todos os médicos têm a mesma opinião, que é evitar o uso de cremes depilatórios. Como são produtos químicos mais fortes, podem conter amônia na fórmula e passar para a corrente sanguínea da mãe e, consequentemente, para o bebê em desenvolvimento.

 

Por Fabiana Gonçalves: Jornalista por formação, leitora assídua por hobby, antenada por opção e mãe por amor.

Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123 Seguir

Redação Bebê 123

Ler matéria completa
Indicados para você