[ editar artigo]

Dúvidas sobre ultrassom

Dúvidas sobre ultrassom

É muito comum surgirem dúvidas sobre o ultrassom, as futuras mamães ficam tão ansiosas para a realização deste exame que muitas vezes esquecem de perguntar.

Dúvidas comuns sobre o ultrassom;

Fiz um ultrassom e ele diz que estou de sete semanas, dá pra confiar?

Sim, quando o ultrassom é feito no comecinho da gestação (até a 12ª semana) a margem de erro é muito pequena (apenas 8%), ou seja, o desvio no cálculo é de três a sete dias. Para determinar a idade é medido o comprimento do feto da cabeça até as nádegas.

O excesso de ultrassom pode ser prejudicial ao bebê?

As ultrassonografias são usadas desde a década de 1980 e não há comprovação científica de que causem qualquer dano à mãe ou ao feto, então fique tranquila.

É possível diagnosticar pequenas malformações, como lábio leporino através da ultrassonografia?

Exames morfológicos rastreiam cerca de 80% de malformações, inclusive lábio leporino.

Quando consigo ouvir o coração e descobrir o sexo do bebê?

O sexo do bebê pode ser visto com segurança a partir da 18ª semana de gestação (até a 11ª semana os órgãos genitais somente a partir da 11ª semana é que começa o processo de diferenciação). Já o batimento cardíaco do bebê pode ser ouvido a partir da 6ª semana de gravidez.

Por que o primeiro ultrassom é transvaginal? 

O primeiro ultrassom é feito entre a 6ª e 8ª semana por estar bem no comecinho da gravidez o embrião é muito pequeno para que o ultrassom pélvico capte imagens de qualidade, por isso a necessidade do ultrassom transvaginal, onde o transdutor (que emite as ondas sonoras) é protegido por um preservativo e é introduzido até mais ou menos a metade da vagina, sem tocar o colo do útero. Este exame pode causar um pouco de desconforto para a gestante, mas nenhuma dor durante a realização.

Fiz meu primeiro ultrassom e nem sinal do meu bebê, o médico pediu para repetir o exame em uma semana, é normal?

Se a gravidez estiver bem no comecinho ou a mãe errou a data da ultima menstruação para menos, o ultrassom pode mostrar somente o saco gestacional, o que é normal, o embrião só pode ser diagnosticado a partir da 6ª semana. Por isso a necessidade de repetir o exame dentro de sete a dez dias.

É possível passar algum problema despercebido no ultrassom?

Sim, a tecnologia evoluiu bastante, mas têm limitações, dependendo da qualidade da imagem, pequenas anormalidades podem não ser diagnosticadas. Lembrando que o ultrassom é um exame que faz um diagnóstico anatômico, manchas na pele ou mau funcionamento de órgãos, com exceção do coração, não são detectáveis, ou seja, dá para ver se as orelhas do bebê estão formadas, mas não se ele escuta direito.

Meu bebê esta com o cordão enrolado no pescoço, e agora?

Em 30% das gestações pode acontecer de a mãe descobrir na 33ª semana que seu bebê esta com o cordão enrolado no pescoço (circular cervical), dependendo da posição do bebê faz se necessário um acompanhamento especial, para isto seu médico irá solicitar ultrassonografias com maior frequência.  O cordão umbilical é envolto por uma espécie de gelatina e não há perigo de que o pescoço seja apertado. O caso exige maior atenção na hora do parto quando as contrações podem comprimi-lo, dificultando a oxigenação da criança. Lembre-se, até o último instante, há chances de que o cordão se desenrole com a movimentação natural do bebê.

 Faltou alguma pergunta? Anote e faça para seu médico na próxima consulta, mantenha-se informada sobre a saúde do seu pequeno.

 

Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123 Seguir

Redação Bebê 123

Ler matéria completa
Indicados para você