[ editar artigo]

Infância anos 80 e infância hoje

Infância anos 80 e infância hoje

Ei mamães e papais, já pararam pra comparar a nossa infância com a de nossos filhos? A diferença é grande, vamos ver algumas?

Brincar nos anos 80

  • Brincar era tudo que queríamos, brincávamos com irmãos, primos, vizinhos. Criávamos cenários, imaginávamos...as brincadeiras duravam horas. E eu não lembro de depender da minha mãe ou pai para isso.
  • Brincávamos na rua, no quintal.

Brincar hoje

  • As crianças até brincam, mas precisam ser estimuladas. Os adultos tem que inventar uma brincadeira e muitas vezes brincar junto.

Assistir TV nos anos 80

  • Para assistir desenhos tínhamos que acompanhar os programas infantis. Pra quem estudava de manhã, tinha a Mara Maravilha a tarde. E pra quem estudava a tarde, tinha o "Xou" da Xuxa de manhã. Era assistir o programa todo até chegar no desenho que gostávamos.
  • As novelinhas eram de segunda a sábado, um capítulo por dia no horário estipulado pela emissora.
  • Dava vontade de ir no banheiro, esperávamos o intervalo para não perdermos nenhum trecho.
  • A mãe chamava pra tomar café da tarde, perdíamos uma parte, não tinha essa história de assistir em frente a TV.
  • Tínhamos que esperar, respeitar os horários, e "aturar" até as partes chatas para esperar as legais.

Assistir TV hoje

  • Netflix! A criança não precisa esperar o horário, não precisa esperar as propagandas, não precisa esperar o dia seguinte pra ver o próximo episódio, não precisa estar em casa ou na frente da TV. Ela assiste em qualquer lugar, pausa pra ir no banheiro, pausa pra continuar mais tarde...

Por que será que as crianças são tão impacientes hoje?

Festa de aniversário nos anos 80

  • Era tudo (tudo mesmo) preparado por nossa mãe, com ajuda da avó e a vizinha. As crianças ajudavam no que podiam, e atrapalhavam também. Comiam o brigadeiro enquanto a mãe o enrolava. 
  • A decoração eram os doces, as gelatinas coloridas, os papéis de balas de coco. Alguns balões amarrados com barbante e a festa estava completa e perfeita! As brincadeiras eram esconde-esconde, pega-pega e pela casa toda....
  • A festa era simples e era um dia inesquecível para a criança!
  • Não tinha super heróis ou princesas...isso era raridade acontecer, e quando acontecia, parecia algo mágico! Mas ficava só na memória, não tinha ninguém tirando foto.

Festa de aniversário hoje

  • Um evento! Os pais pagam um pacote e vem tudo pronto. 
  • A decoração um verdadeiro cenário encantado.
  • As brincadeiras são monitoradas, além dos "brinquedões" que antes não existiam.
  • Super Heróis e Princesas fazem parte da vida da criança, em toda festa tem. As crianças gostam, se divertem...mas aquele encanto de quando nós víamos um personagem...ah, acho que não existe mais...
  • É um dia legal, a criança se diverte e gosta. Mas foi apenas mais uma festa....

Estudar nos anos 80

  • O sistema educacional não mudou muito, parece que parou no tempo.
  • Tínhamos lição todos os dias, e muita lição. 
  • Tínhamos a semana de prova.
  • Quando eu precisava eu ia até a sala da minha irmã pegar um livro emprestado, ou algo que eu tinha esquecido.
  • Eu encontrava meus irmãos no recreio...
  • Quando eu chorava por algum motivo, era nos braços dos meus irmãos que eu ia me acalmar.
  • Nos aniversários, eles vinham cantar parabéns na minha sala e eu ia na deles...

Estudar hoje

  • Lição de casa todos os dias, semana de provas...
  • Irmãos quase não se encontram na escola.
  • Não pode chamar irmãos para o parabéns em sala. 
  • Não pode buscar nada na sala do irmão.
  • Não pode nada.

Claro que não estou generalizando, existem vários tipos de escolas, mas hoje em dia existem muitas regras e não existe exceção (estou falando da minha experiência nesse caso). 

Passear de carro nos anos 80

  • No banco da frente, no banco traseiro, sem cinto. As vezes até no vão do porta-malas. Janelas abertas, vento na cara...era tão bom!

Passear de carro hoje

  • Cadeirinha, cinto de segurança e no banco traseiro. Vidro sempre fechado.

O respeito nos anos 80

  • Bastava um olhar do pai ou mãe, já entendíamos o recado.

O respeito hoje

  • Cadê??

Presentes nos anos 80

  • Conjunto de moletom. 
  • Brinquedos só no natal e olhe lá. 

Presentes agora

  • Sempre, nem precisa de uma data especial.
  • Brinquedos e mais brinquedos.

As meninas nos anos 80

  • Shorts, saia, camiseta. Tênis All Star ou bamba.

As meninas hoje

  • Roupas de adulto na versão infantil. Vestidos cheios de brilho. Bolsa! BOLSA de marca. Sapatos muitas vezes com saltinho.
  • Cabeleireiro, unhas feitas, maquiagem. 

Brinquedo nos anos 80

  • Boneca, bola, carrinho, IMAGINAÇÃO!

Brinquedos hoje

  • IPad, celular, boneca que fala e chora, vídeo game...

A segurança nos anos 80

  • Crianças maiores iam na casa da amiga na rua de cima, iam na padaria.
  • Voltavam da escola de ônibus ou a pé.
  • Assalto, crimes eram apenas notícias de TV.
     

A segurança hoje

  • Não existe, vivemos com medo e passamos esse sentimento para nossos filhos.
  • Assaltos, crimes já aconteceram com pessoas próximas, ou conhecidas.
  • Soltar uma criança para o mundo é algo muito difícil para os pais atuais.

 

As viagens nos anos 80

Ir pra casa da tia na praia grande era a maior felicidade do mundo!

 

As viagens hoje

A volta das férias escolares vem recheada de novidades, um foi pra Disney, outro foi pra Paris e etc.

 

Enfim, tudo mudou e muito. E o que estamos criando com tudo isso? Crianças que não sabem esperar. Crianças que não sabem o que fazer com tanto brinquedo. 

Uma geração que precisa TER e não aprendeu a SER, por que talvez não soubemos ensinar.  Estamos tão maravilhados com as novidades e praticidade do mundo moderno que ficamos perdidos no meio de tantas mudanças.

Eu fui uma criança dos anos 80 e tenho muito orgulho disso! Tenho lembranças maravilhosas daquele tempo. E são aqueles valores que quero passar para meus filhos. Valores que estão cada vez mais difíceis de passar.

Educar hoje é um trabalho bem maior e mais desafiador do trabalho que nossos pais tiveram conosco.

Precisamos refletir. Dar menos coisas e mais presença. Ensinar e MOSTRAR que os verdadeiros valores estão nas coisas simples da vida.

Comunidade Bebê 123
Dani Nalini
Dani Nalini Seguir

Mãe do Pedro e da Clara!

Ler matéria completa
Indicados para você