[ editar artigo]

Melasma na gravidez, o que é e como prevenir?

Melasma na gravidez, o que é e como prevenir?

O melasma ou cloasma gravídico nada mais é do que aquelas manchas escuras que aparecem na pele das mulheres e que são extremamente comuns durante a gravidez e as dúvidas sobre elas também são muito grandes.

Essas manchas, em sua maioria, são marrons, medem um ou mais centímetros e sua localização mais comum são nas faces, têmporas e testa. Mas, devido à exposição ao sol, podem aparecer em outras partes do corpo, como se melanomas do sol estivessem sendo ativados.

Sendo assim, a melhor alternativa é sempre a prevenção do problema ao invés do tratamento.

Mas afinal, como o melasma aparece?

Se engana muito quem acredita que o escurecimento da pele acontece somente quando ela é exposta diretamente à luz solar, lembre-se que a vulva, os mamilos e até mesmo a linha central da barriga tendem a pigmentar nessa fase da vida da mulher, então, é possível dizer que essa é muito mais uma tendência fisiológica de cada mulher do que propriamente ambiental.

Além disso, outro acontecimento comum é o aumento significativo em determinados sinais que a mulher já possui ou também um agravamento nas manchas de acne preexistentes.

Mas então, como prevenir o aparecimento do melasma durante a gravidez?

A dica de ouro para prevenir o melasma é sempre apostar no uso de protetor solar. Ele é o fator mais importante de prevenção do problema, sendo assim, evitar a exposição prolongada ao sol e usar um bom protetor com o fator de proteção adequado são fundamentais.

Entretanto, é preciso lembrar que a aplicação do produto deve ser recorrente e feita com frequência, inclusive quando não vai haver exposição direta ao sol.

Além disso, após o terceiro trimestre de gravidez, os dermatologistas também indicam a utilização da vitamina C tópica.

Esse tratamento associado ao uso correto do filtro solar aumentam consideravelmente a proteção da pele pois possuem uma poderosa ação antioxidante que neutraliza a ação de radicais livres.

Existe tratamento para o melasma durante a gestação?

Assim que a gravidez é descoberta a primeira preocupação das mulheres é com a utilização de dermocosméticos que já estão na sua rotina diária.

Entretanto, o mais indicado pelos dermatologistas é suspender logo o uso de todos os tratamentos e buscar o quanto antes o aconselhamento de um especialista.

Isso porque muitos desses cosméticos são totalmente contraindicados enquanto outros apresentam certas restrições, assim o mais interessante de tudo é contatar o profissional e adaptar os produtos necessários às condições da pele e à tolerância do organismo nesse período.

Além disso tudo, ainda é essencial que haja muito cuidado com o sol, afinal prevenir é sempre o melhor caminho, mas se isso não acontecer, alguns tratamentos estéticos estão completamente liberados, consulte o seu médico.

Já durante o período de lactação, as possibilidades são ainda maiores e mais princípios ativos podem ser acrescentados aos tratamentos, inclusive alguns que não estavam liberados durante o período da gestação.

O problema do melasma

O fato é que o melasma é um problema sem cura, ou seja, uma vez que aparece não existe mais como exterminá-lo.

Dessa forma, o mais correto é sempre apostar na prevenção, cuidando para que o problema sequer chegue a se desenvolver.

Para isso além do uso de bloqueador solar você ainda pode apostar no uso de viseiras e bonés, e evitar a exposição ao sol entre às 10 e 15 horas que também é uma excelente forma de contribuir para a prevenção.

O mais importante de tudo é nunca esquecer de reaplicar o protetor solar a cada duas horas, garantindo uma proteção eficaz.

Pronto, agora você já sabe mais sobre o melasma, como trata-lo e como evitar que o problema apareça. Aproveite essas dicas e previna-se!

Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123 Seguir

Redação Bebê 123

Ler matéria completa
Indicados para você