[ editar artigo]

Pneumonia em bebês, como tratar e prevenir?

Pneumonia em bebês, como tratar e prevenir?

Quando o assunto é pneumonia as pessoas costumam ficar tensas. Quando se trata de pneumonia em bebês o pânico aparece. E não é para menos. Essa doença aparece devagar, sem muitos sintomas e pode causar grandes problemas e até o óbito se não for tratada adequadamente. Por isso, é importante saber o que ela é, como evitá-la e principalmente, o que deve ser feito quando a pneumonia aparece.

O que é a pneumonia em bebês?

A pneumonia em bebês é a consequência de vírus ou bactérias que atacam suas vias respiratórias e acabam chegando aos pulmões. Raramente ela é causada por bactérias e quando isso ocorre, os sintomas são rápidos e visíveis, como febre, dor no tórax e dificuldade para respirar. Mas na maioria das vezes, no entanto, a pneumonia em bebês surge por conta de vírus como o influenza e o adenovírus. 

O grande problema da pneumonia infecciosa é que ela aparece de forma gradual e sem se fazer notar, em forma de gripe ou resfriado. Os sintomas são velhos conhecidos dos pais: catarro, tosse, cansaço, falta de apetite, febre alta e algumas vezes até falta de ar. Mas ao longo dos dias, o bebê não sara e o vírus acaba no pulmão. Por isso é importante ficar atento às doenças respiratórias quando elas não são totalmente curadas. 

Como tratar a pneumonia em bebês?

Os pais devem ficar atentos a qualquer problema que o bebê apresentar. E sempre monitorar a saúde do filho, conversando com o pediatra. Para diagnosticar a pneumonia, o médico vai fazer uma ausculta pulmonar e verificar outros sintomas. Pode pedir outros exames como radiografia de tórax e exame de sangue para ter certeza sobre a infecção nos pulmões.

O começo do tratamento é simples: analgésicos para baixar a febre e muita água para o bebê ficar hidratado. Dependendo da quantidade e do tipo de sintomas, o pediatra também pode recomendar o uso de antibiótico durante 10 dias. 

Caso isso não resolva ou se aparecer outros sintomas como desidratação e vômitos frequentes, pode ser necessário a internação do bebê para sua saúde ser monitorada e cuidada o tempo todo. 

Como prevenir a pneumonia em bebês

Para prevenir a pneumonia em bebês, os pais devem evitar que apareçam doenças respiratórias. Isso significa principalmente cuidar para que o bebê esteja sempre quentinho e sem passar frio. Lembrando que crianças sentem mais frio do que os adultos, é sempre bom verificar se é necessário um agasalho a mais. E, claro, na hora de trocar roupas ou fraldas, mantenha o local com as janelas e as portas fechadas, principalmente se estiverem no inverno. Isso também vale para a hora do banho.

Durante a noite, também é preocupante o fato do bebê passar frio. Quando eles começarem a se mexer, invista em uma roupinha de dormir mais quentinha. Se colocar algo leve contando com o edredom ou cobertor para aquecer a criança, corre o risco dela se mexer demais e eles irem parar no pé da cama. Jamais leve o bebê para dormir com o cabelo molhado. 

Principalmente nos dias mais frios ou chuvosos, quando os vírus de doenças respiratórias aumentam, evite sair de casa com o bebê. E, caso o faça, evite lugares fechados, com muita gente e sem ventilação. Também converse com o pediatra sobre vacinas contra gripe para imunizar seu filho. Com esses cuidados você vai diminuir muito as chances de uma pneumonia aparecer em seu bebê.

 

 

Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123 Seguir

Redação Bebê 123

Ler matéria completa
Indicados para você