[ editar artigo]

Problemas de tireoide na gravidez – Como detectá-los?

Problemas de tireoide na gravidez – Como detectá-los?

Você sabia que os problemas com a tireoide podem levar à infertilidade? E que as gestantes também podem desenvolver problemas de tireoide durante a gestação? Problemas nesta glândula também estão associados aos abortos espontâneos e nascimentos prematuros. Veja um pouco mais sobre os problemas de tireoide na gravidez! 

Os problemas de tireoide têm causas bem variadas. Mas no caso das mulheres, eles podem interferir na sua fertilidade, no tempo de gestação e até levar ao aborto espontâneo. Além disso, a gravidez muda muito o corpo feminino, o que pode levar a um problema de tireoide, que implica ou não em riscos para a própria gravidez. 

Os exames pré-natais são muito importantes neste sentido, pois detectam problemas na tireoide e em diferentes órgãos. Mesmo que você nunca tenha tido problemas de tireoide, pode desenvolver durante uma gestação. A tireoide é uma glândula e seus hormônios regulam a saúde feminina e o desenvolvimento da criança. Até mesmo pequenas irregularidades no seu funcionamento podem ocasionar abortos e nascimentos prematuros. 

Como a gravidez influencia no funcionamento da tireoide?  

Quando uma mulher fica grávida, a sua imunidade é alterada, já que um novo ser passa a se desenvolver dentro dela. Desta forma, todas as mulheres terão alterações tireoidianas durante a gestação. O problema é quando o seu funcionamento fica lento ou acelerado demais, causando respectivamente hipotireoidismo e hipertireoidismo.  

O hipotireoidismo é o problema mais comum, afetando até 5% das gestantes. Contudo, o hipertireoidismo, que acelera o metabolismo e os batimentos da mulher e da criança, é o mais problemático, já que em 80% dos casos não tratados, ocorre parto prematuro ou aborto.  

Diagnósticos 

Veja alguns dos principais sintomas do hipertireoidismo: a mulher pode emagrecer rapidamente; taquicardia, sudorese e uma ansiedade são sintomas comuns, principalmente à noite, o que leva à insônia. 

Basta fazer dois exames para saber se há algum problema com a tireoide durante a gravidez. O hipertireoidismo pode ser detectado ainda no primeiro trimestre da gestação – e isso evita problemas no desenvolvimento cerebral do feto. As mulheres que já tinham hipertireoidismo devem continuar com o tratamento durante a gravidez, com apoio médico. No caso do hipotireoidismo, o tratamento pressupõe reposição hormonal, e deve ser avaliado. E quando uma mulher apresenta algum problema de tireoide durante a gravidez, mesmo que jamais tivesse o problema, deve passar a se tratar com um especialista após o parto, pois a doença não some simplesmente com o fim da gestação.

Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123 Seguir

Redação Bebê 123

Ler matéria completa
Indicados para você