[ editar artigo]

Ser mãe x Culpa

Ser mãe x Culpa

Olá mamães... Quem, ao se tornar mãe, carrega algum sentimento de culpa?

Acredito que muitas... Parece que maternidade e culpa andam juntas.

Culpa porque podia ter feito melhor, principalmente quando os filhos crescem. Culpa por o filho estar triste, deprimido, frustrado, problemático... Culpa, culpa, culpa!!! Por mais que não tenhamos culpa, nos sentimos culpadas.

Tenho duas filhas, uma que já vai fazer 11 anos e a outra com 4 anos. Sinto que hoje, mudei bastante em relação há anos atrás, quando a mais velha tinha essa faixa etária de 3, 4, 5 anos...

Hoje percebo o quanto eu era neurótica por conta de sujeira, bagunça, arrumação. Acreditem, enquanto minha filha mais velha brincava (muitas vezes aqueles brinquedos todos espalhados pela sala, quarto), eu ia guardando ao mesmo tempo que ela brincava. Hoje em dia não, minha pequena brinca, deixa tudo espalhado e muitas vezes assim fica até o dia seguinte. Naquela época eu não conseguia, aquela "bagunça" toda me irritava.

Continuo não gostando de bagunça, mas hoje enxergo que um dia não terei mais esses brinquedos espalhados pela casa e sei que sentirei falta.

É aí que entra um sentimento de culpa em mim, talvez tenha podado muito minha filha mais velha. Hoje vejo que o tempo passa muito rápido, daqui a pouco não tenho mais uma criança e sim uma pré adolescente. Sinto saudades de quando era mais nova e com a sensação de querer voltar no tempo, pra agir diferente.

E não só em questão de bagunça, mas em muitas outras que me arrependo e sofro internamente por achar que deveria ter feito diferente. É claro, por ser mãe de primeira viagem, acho que tudo era mais intenso, principalmente o medo de errar ou simplesmente por ficar perdida na criação, que não é uma tarefa fácil. 

Hoje penso: deveria ter brincado mais com minha filha, ter deixado se sujar, fazer mais bagunça. Deveria ter dado menos bronca, ter falado menos "não"... mas simplesmente o tempo passou e não volta mais.

Outras fases virão e com elas, vamos sempre tentando acertar para ver e sentir nossos filhos felizes. Eles serão sempre, 24 horas felizes? Claro que não, na vida temos que aprender a lidar com ganhos e perdas, conquistas e frustrações... Mas e pra nós mamães de plantão, é fácil ver um filho sofrer, ficar triste, frustrado? Não, com certeza não é fácil e quando isso acontece, é aí que aquele sentimento chato de culpa nos invade novamente, nos perguntando o que podemos ou poderíamos ter feito de melhor, de diferente? E por aí vai...

Mas vocês pensam que porque mudei um pouco daquela época para cá, agora em relação a minha filha pequena, eu não sinto mais culpa? Negativo!

Com a pequena a culpa é em menor proporção (já que com a bagunça de brinquedos eu não me irrito tanto), pelo menos por enquanto...rs.

O primeiro filho parece que sempre depositamos mais desespero pelo fato de sermos mães de primeira viagem. O segundo talvez convivam com uma mãe um pouco mais "light".

Só sei que entre erros e acertos, estamos sempre buscando o melhor para eles e tentando sempre nos renovar como mães.

Uma coisa é certa, com culpa ou sem culpa, o que tem de mais valioso é o amor incondicional que sentimos por eles e essa tentativa de melhorar sempre!

Andreza Nalini

 

 

 

Comunidade Bebê 123
Andreza Nalini
Andreza Nalini Seguir

Mídias Sociais- Netser

Ler matéria completa
Indicados para você